Fonoaudiólogo ou Dentista, quem procurar?

July 20, 2018

 

Durante o dia falamos, mastigamos, sorrimos, comemos e respiramos. Essas são apenas algumas das funções que realizamos de maneira automatizada e nem percebemos. Porém, para que isso aconteça sem dificuldades precisamos de condições favoráveis, ou seja, as nossas estruturas faciais precisam estar adequadas. Você saberia dizer quais estruturas são envolvidas em todos esses processos? São eles: Os ossos do crânio e da face, os dentes, a língua, os músculos faciais mastigatórios, da mímica facial e a articulação temporomandibular (ATM). Da para acreditar?!?!?!  Por isso, alterações dentárias ou em qualquer outra estrutura da face e do pescoço podem interferir diretamente na qualidade com que falamos ou comemos por exemplo.

 

Quando algumas dessas estruturas não está funcionando de maneira adequada, alguns profissionais devem ser envolvidos no processo de reabilitação, individualmente ou em conjunto.

O fonoaudiólogo é um dos profissionais que trata das estruturas e funções da cabeça e do pescoço. No entanto, para o sucesso no tratamento é importante que a intervenção seja realizada em conjunto com o profissional dentista (ortodontista ou cirurgião dentista).

 

 

Para alguns casos, o dentista precisa, primeiramente, fazer a correção na estrutura, para que em seguida o fonoaudiólogo possa trabalhar a fim de reeducar as diversas funções. Em outros casos, o fonoaudiólogo precisa atuar primeiramente, por exemplo na correção de hábitos indevidos para em seguida o dentista mexer com a estrutura. E algumas vezes também existe a possibilidade de trabalharem em simultâneo, para evitar recidivas após o uso de aparelho ortodôntico, por exemplo.

 

 

Em caso de desarmonias dentárias e faciais é indispensável procurar o fonoaudiólogo e o dentista para que essas alterações possam ser controladas e corrigidas, pois isso interfere diretamente na nossa qualidade de vida, pensando em todas as funções que realizamos inúmeras vezes ao longo do dia, como citado acima.

 

 

 

 O tratamento fonoaudiológico trabalha com a reabilitação miofuncional orofacial e muitos cirurgiões dentistas acreditam que não existe tratamento ortodôntico efetivo se não houver trabalho associado com a Fonoaudiologia, já que a intervenção de um interfere e depende diretamente da intervenção do outro e se complementam, pois ambos têm o mesmo objetivo: o equilíbrio das estruturas e funções orofaciais.

 

Se você passa por alguma dessas situações, não deixe de procurar um profissional competente, seja ele fonoaudiólogo ou dentista. Ambos irão te orientar sobre o melhor tratamento e encaminhar, se for o caso, para o profissional indicado.

 

Texto escrito por:

 

Fga. Taís de Azevedo Picinini

CRFa 2-10176-7

  • Graduada em fonoaudiologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
     

  • Mestranda em Distúrbios da comunicação humana na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).
     

  • Atua nas áreas de voz, distúrbios de fala e linguagem, motricidade oral, audiologia clínica e processamento auditivo.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Clínica Boreal

São Paulo | Zona Norte

(11) 93344-4672